Compre A REGRA UNIVERSAL DA PRONÚNCIA INGLESA - O livro de INGLÊS de 2009 por R$ 26,40 em Álvares Florence

Álvares Flo... > Empregos > Direito - Advocacia > Compre A REGRA UNIVERSAL

Cidade escolhida:
Álvares Florence, São Paulo
Navegaçao:

Compre A REGRA UNIVERSAL DA PRONÚNCIA INGLESA - O livro de INGLÊS de 2009 por R$ 26,40... Ver mais empregos para direito e advocacia

1 Fev 2008

É o fim das consultas intermináveis ao dicionário de inglês para se pegar os sons das palavras. A REGRA UNIVERSAL DA PRONÚNCIA INGLESA a gente aprende e não esquece porque a repetimos milhões de vezes ao dia quando estamos lendo as revistas e os jornais de origem americana ou britânica.Os elementos fonêmicos básicos da Regra são apenas 1.000, confira: 26 letras do alfabeto. 26 letras isoladas, as que compõem as palavras. 500 grupos de letras e suas respectivas exceções, que são memorizadas no quadrante da regra. 50 sistemas, que são os locais onde as vogais a gente as chama de maneiras diferentes por causa dos ambientes ortográficos e fonêmicos.Veja que curioso: pelo ambiente A E I O U mais CONSOANTE 1 mais VOGAL E final, a vogal A tem som de ei. Se fôssemos pelo sistema, AGE seria eidj. E é, mas não em palavras acima de 1 sílaba. O grupo AGE soa idj no final de palavras superiores a 1 sílaba, como em imAGE, advantAGE, garbAGE, messAGE, apanAGE, carriAGE, marriAGE, luggAGE e milhares de outras. Percebeu a monotonia? Viu que iremos nos cansar da regra? Uma dica: assim que decorarmos que AGE, como um grupo, soa idj, só nos resta buscar as exceções, tais como: massAGE ( mossáj ), mirAGE ( miráj ), bacteriophAGE ( béktiriofeidj ) e outrasAs com 1 sílaba continuam sendo eidj, como: stAGE, rAGE, AGE, cAGE. Logo, certos grupos nascem de um detalhe, no caso de AGE ( idj ), ACE ( iss ), IGN ( ain ), ILD ( aild ), IND ( aind ) e outros o fator multissilábico e seu posicionamento encerrando a palavra é o que determina as formações dos grupos. Uns abrem as palavras IDE ( aid ), de IDEntity, IDEal, outros as encerram, como FY ( fai ) de magniFY e deFY.Treine um pouco. Dado o som dos grupos abaixo, tente acertar a pronúncia das palavras:AE ( I ) c AEsar, AEdis AEgipti, trache AE, papill AE,AY ( ei ) b AY, d AY, arr AY, st AYEE ( í forte ) st EEr, pion EEr, b EE, employ EE, refug EEEIT ( ít forte ) dec EIT, EITher, homogen EITy, extemporan EITy, simultan EITyIET ( áiet ) d IET, corpor IETy, ub IETy, var IETy, soc IETy, anx IETy, propr IETorITIS ( áitis ) bronch ITIS, mening ITIS, burs ITISOO ( u ) b OOk, mar OOn, tyc OOn, g OOdOSIS ( ouzis ) mit OSIS, halit OSIS, cirrh OSISUITY ( uuiti ) superfl UITY, contin UITY, congr UITY, ingen UITYQuanto ao som das letras nos sistemas, devemos prestar a atenção nas terminações das palavras. Terminais ortográficos proparoxítonos. Eis alguns deles:AL : anim AL, technic AL, inaugur AL, medic AL, biologic AL,AN : americ AN, mexic AN, pelic ANAR : regul AR, secul AR, singul AR, avat ARCONSOANTE mais Y: melod Y, geograph Y, memor Y, histor YON : OregON, Amaz ON, Parag ONPorém, alguns grupos irão interferir nessa regra, fazendo com que a palavra se torne paroxítona. Veja:ENTAL ( eentol ) : elem ENTAL, instrum ENTAL, envirom ENTAL, segm ENTAL, accid ENTALARY ( éri ) secret ARY, libr ARY, api ARY, diction ARYMONY ( moouni ) patri MONY, cere MONY, ali MONYDentre as coincidências ortográficas e fonêmicas, a que nos chama bastante a atenção é a vogal i ou y em relação com a vogal o que vem posteriormente. Em 75% dos casos i ou y terá som de ai, como em ENViRON, MiTOSIS, MiCRO, HyPO, HORiZON e etc...Corra para os 25% e memorize as exceções, porque a regra já não terá mais graça de tanta repetição.Os sistemas são interessantes. A E I O U sempre mantêm a mesma constante fonêmica nos mesmos locais ortográficos, Um exemplo. Note como as palavras todas a seguir são parecidas:A ( ei ) : DaTA, FaTAL, NaSAL, BaCON, NaVALE ( i forte ) CReDO, HeRO, XeROX, MeTERI ( ai ) IDEM, PiLOT, SiLO, HiLUXO ( ou ) GLoBAL, PHoTO, ToTALU ( iu ) MuRAL, TuTORA partir do que vimos, podemos montar o sistemaA E I O U mais CONSOANTE 1 mais VOGAL 1 ( CONSOANTE FINAL )E dar valores fonêmicos a cada vogal da primeira sílaba. Lembrando que esse sistema demonstrou ser paroxítono, com no máximo 2 sílabas a palavra, cabendo ainda uma consoante final.Os sons das letras é a parte da Regra considerada mais fácil. Alusão ao alfabeto é sinal de som do alfabeto:A ( ei ) vitamin AM ( em ) mister MX ( éks ) X-rayNas palavras muda tudo. X no começo soa z e depois ks, como em XeroX ( zíraks ). A vogal A, como prefixo inglês soa â ( meio a ), como em About, Around, Avoid, Aware, Away. NOTA: Em português A também pode representar um enforço fonemático de tendência prefixal, como em: Arremessar, Arrear, Avoar, Arretar, e outras.A vogal U tem som de u após as consoantes J, L, R e S, como em jUnior, sUper, illUsion, prUdence e som de iu depois das demais consoantes, como em mUsic, fUture, accUse, e quando U abre a palavra, como em Union, Usual e etc..Lembrando que, se vier após a vogal U uma consoante final ou duas consoantes, U soará â ( meio a ), como em plUs, hUrricane, bUtter, Under, sUnA vogal i no final da palavra a chamaremos de ai, em 85% dos casos. Corra pros 15%, que são as exceções, porque a regra é essa:anthropophagi, pi, hi-fi, sci-fi, nuclei, radii e etc...Um detalhe importante é a questão dos chamados sotaques. Segundo os fonoaudiólogos, cada um tem sua própria forma de falar as palavras. Observe que por mais que queiramos pronunciar os vocábulos de maneira equânime, as variações de pessoa para pessoa acontecem de maneira natural, espontânea, talvez porque cada um de nós tenhamos um aparelho fonoaudiológico diferente. Agora imagine as variações de pronúncia de uma cidade para outra, de um estado para outro, de um país para outro, cuja língua-mãe é a mesma. Porém isso não é nenhum bicho-de-sete-cabeças. Note qua as redes de televisão sequer colocam no visor a legenda para facilitar a compreensão de gente que está falando para gente bem distante, de sotaque um tanto quanto estranho àquele de sua origem. . Tudo que variar de A REGRA UNIVERSAL DA PRONÚNCIA INGLESA, com o padrão da primeira pronúncia dos Estados Unidos, segundo os dicionários da Webster, é igualmente regra, mesmo que sofrendo diferenças fonemáticas. Quando um paulista do interior conversa com um paulistano, o habitante da capital do estado de São Paulo, ambos se entendem perfeitamente devido ao fator repetição e assimilação de sotaques. Em linguagem mais específica: INCORPORAÇÃO NATURAL DE LINGUAGEM..////SAIA DO SOFRIMENTO DE FALAR INGLÊS, ENTRE NAS REGRAS, ENTRE NA REGRA UNIVERSAL DA PRONÚNCIA INGLESA, VOCÊ TAMBÉM, E DÊ ADEUS AOS DICIONÁRIOS PARA AS CONSULTAS INTERMINÁVEIS E DESNECESSÁRIAS AO LÉXICO PARA SE CONSEGUIR OS SONS DOS VOCÁBULOS TODOS, QUE SÃO MAIS DE 400.000 EM SE TRATANDO DE IDIOMA INGLÊS. FAÇA COMO TODO MUNDO NO MUNDO//////REPITA A REGRA 100 VEZES A CADA 10 PÁGINAS DE BOAS REVISTAS E 5 MILHÕES DE VEZES A CADA MÊS, SE LER 1 SÓ REVISTA ‘TIME’ POR DIA.///COMPRE AGORA MESMO NO CARTÃO E RECEBA A OBRA PELOS CORREIOS.////Em busca, basta colocar PRONUNCIA INGLESA que esse livro aparece em primeiro lugar nos sites das livrarias ////O preço do livro direto da editora Ciência Moderna, que o publicou, é mais barato cerca de 30%. Fica por apenas R$ 26,40. Vale a pena pagar R$ 26,40 para não mendigar nunca mais sons de palavras inglesas a ninguém. Ganhe autonomia. Memorize só as regras. Grandes oportunidades na vida surgirão para você num piscar de olhos. Palestras mal pronunciadas é coisa do passado. Aulas de inglês instrumental onde cada um fala de qualquer jeito estão com os dias contados. Use as regras. Elas foram feitas para você./////http://www.lcm.com.br/index.php?Escolha=20&Livro=L00684
Últimas pesquisas

Para incorporar o anúncio em um blog ou site, copie e cole o código embutido acima
Classificados Gratis en Brasil - Termos de Uso - Contato - Publicar Classificado Gratis - Entrar